O sonho comanda a vida

Quando Martinho e Maria dos Anjos, um jovem casal, decidiram dar inicio ao projeto dos seus sonhos: construir casa, começaram por procurar referencias entre amigos. De palavras a exemplos chegaram até nós, Obraatelier e imediatamente se identificaram com nosso estilo.
Então, de um telefonema, para uma reunião para entenderem como funciona o nosso trabalho demos início a uma história que começou com um sonho.

Quando a casa de sonho é a natureza

Um jovem casal… um terreno solarengo sobre um vale… o pedido: “uma casa com muita dinâmica, irreverente, com muita luz… e… Eu sou jardineiro, por isso com um grande jardim!”

Muito dinâmicos, repletos de ideias… para este jovem casal Martinho e Maria dos Anjos, o jardim é o centro do projeto, o fio condutor. Apaixonados por plantas, por natureza, por campo, por verde, por flores, por…, por… enfim respiram, suspiram natureza.

A natureza na casa, a casa na natureza

Chegados ao local deparamos com um vale com uma vista ideia de um “jardim” natural de grandes dimensões.

De repente as palavras sobre Franck Lloyd Whrite entram-nos no coração como se estivem impressas na paisagem:

“a Fallingwater é uma grande bênção…. O que Wright fez neste caso, foi colocar os seus ocupantes numa íntima relação com o vale, as árvores, a folhagem e plantas silvestres. Onde quer que nos encontremos no interior da construção, a glória do ambiente envolvente é acentuada, trazida para dentro e transformada num componente da vida diária.” In Wright da TASCHEN

As plantas vivem entre o céu e a terra. Os ramos, as folhas, as flores as raízes crescem e desenvolvem soluções de adaptação ao lugar numa busca de minerais, água, dióxido de carbono e a luz do sol que lhes permita viver. Cada uma das partes da planta desempenha funções específicas e distintas, mas sempre coordenadas entre si em perfeita harmonia.

Que mais poderíamos fazer do que esta boa verdade e criar uma planta para este jardim, trazer a planta para o projeto e fazer dela o dia a dia do casal?…

Nasce uma flor, nasce uma casa, constrói-se um sonho!

Era chegado o momento de fazermos a apresentação do conceito e dos primeiros desenhos da ideia para o Martinho e a Maria dos Anjos.

O projeto nasce como uma planta: cada volume branco corresponde a folhas que se orientam para o sol e para o vale em busca de luz e da paisagem natural. Tem dimensões diferentes porque nascem de forma natural, assim como as folhas de uma planta. “Unem-se” ao volume de granito, que funciona como caule e através do qual circula a vida dentro da habitação. Cada compartimento funciona autonomamente, mas num todo e do qual não se pode separar.

Se a natureza nos inspira, deixamo-nos levar, e o jovem casal fica rendido. Esta é a sua casa de sonho! Conceito que imediatamente os apaixonou!

Formas irreverentes que correspondem ao que tinham sonhado. A integração na paisagem de forma maravilhosa. E o programa pratico e funcional a fazer todo o sentido no seu estilo de vida de jovem casal que pretende construir família com filhos a correr e a sujarem-se de terra, em contacto direto com a natureza.

A sala inclinada, super ampla!

Dos elementos marcantes neste projeto, destacamos a sala. É uma sala comum que se divide entre sala de jantar ou de estar, pela disposição do mobiliário. Até aqui nada de especial…

Mas, quando entramos na casa e nos deparamos com o espaço a nossa frente, ficamos surpresos com a amplitude que a sala tem, e o carisma que o teto inclinado nos transmite. Ficamos deslumbrados!
A sala é um volume inclinado que liga entre o piso superior (entrada) e o piso inferior, onde a sala realmente acontece. De teto inclinado, esta assume a sua natureza conforme foi concebida: de volume inclinado, que pousa sobre o terreno inclinado existente. 🙂

E á medida que percorremos o espaço, esta inclinação direciona o nosso olhar para o exterior, sobre o vale/jardim, como se este aguardasse o nosso pedido para entrar…

Se existe um elemento nas casas a que pouca gente atribui valor, é o corredor! Entendido como espaço de passagem, ninguém o acha merecedor de ser alguma coisa especial….

Neste projeto, porque o corredor é “o caule que sustem as folhas”, sentimos que lhe devíamos atribuir a importância que merecia: um espaço interessante, divertido e surpreendente!
Assim quando o percorremos e vemos os “vazios” entre os volumes/compartimentos (quartos) por onde entra a luz natural e a vista sobre a paisagem exterior do grande jardim, sentimos o quanto interessante ele é. O corredor converte-se num “intercambiador” visual entre o interior e o exterior, numa estimulante sucessão de luz e sombra, do branco das paredes e do verde da paisagem.

Assim do nada, se faz tudo! O corredor torna-se a estrela do momento quando nele passamos, e queremos passar novamente.

Do nada, se faz tudo!

A lógica da Natureza, na lógica do projeto

À primeira vista, pode parecer simples, mas trabalhar a construção, o projeto construído na lógica da natureza foi um grande desafio. No entanto, valeu a pena: ali, O Martinho e a Maria dos Anjos têm a oportunidade de sentir que a natureza é parte constante da vida deles.

A felicidade que lemos nos seus rostos, valeu todo o esforço, e o sentimento de objetivo alcançado!

O nosso website usa cookies. Ao continuar, assumimos sua permissão para a utilização de cookies, conforme detalhado na nossa politica de privacidade.

  • Sobre nós

    OBRA ATELIER é uma marca criada em 2004 que desenvolve serviços integrados com base numa arquitetura moderna, requintada e personalizada.

  • Serviços

    – Arquitetura, Engenharia e Paisagismo

    – Interiores e Design

    – Recuperação e Reformulação

    – Fiscalização e Gestão de Obra

    – Projetos Chave na Mão

  • Especialidade

    Especialistas em Projetos de Arquitetura Moderna e Contemporânea, assim como na Reformulação de Interiores e Execução/Gestão de Obra.

  • Contactos